Tetra-campeã em ginástica em campeonato nacional, com Síndrome de Down! Investe hoje na carreira de modelo!

0

Chelsea Werner foi campeã por 4 vezes no campeonato nacional e agora investe na carreira de modelo! E com sua dedicação e coragem vem inspirando pessoas ao redor do mundo todo!

seguro de vida para casais homoafetivos

A ginástica profissional atrai atenções no mundo pelos movimentos graciosos e acrobacias impressionantes, que nos deixam perplexos e incapazes de entender como é possível para o corpo humano alcançar superara tantos limites.

Chelsea Werner não vê sua deficiência como uma limitação.

Os pais de Chelsea Werner, da Califórnia, receberam dos médico, junto do diagnóstico da síndrome de down, a notícia de que sua filha tinha musculatura frágil e que nada poderia ser feito à esse respeito.

Chelsea ainda criança "brincando" no treino.
Chelsea ainda criança “brincando” no treino.

Eles não ficaram contentes com essa informação e decidiram que se dedicariam à desenvolver a filha intelecto e fisicamente. Chelsea testou alguns esportes até que, aos 8 anos, conheceu a ginástica, no início ela não se destacou muito, mas esta era uma boa forma de fortalecer seus músculos.

Sabendo o quanto sua filha amava ginástica e percebendo que ela poderia se desenvolver ainda mais se encontrasse o treinador certo, eles começaram a procurar um treinador de alto nível para trabalhar com o Chelsea.

Eles encontraram Dawn Pombo, que viu o potencial em Chelsea e admirou o quanto ela trabalhou para alcançar seus sonhos.

Foi uma luta para começar, pois o Chelsea teria que fazer intervalos regulares, pois reclamava que seu estômago doía. Seu treinador disse que ela mal conseguia andar na trave em uma direção e para trás sem cair.

“Eu dizia aos pais dela: ‘Vou tentar ensiná-la, você sabe, precisa de uma mola nas costas”, disse Pombo em entrevista ao Today.

“Eles ficam tipo ‘Ah, não tem jeito. Você está de brincadeira?’ Não, acho que ela consegue”.

Chelsea estava determinada a provar seu talento e começou a treinar 16 horas por dia.

Pombo a pressionou tanto quanto qualquer outra ginasta com quem havia trabalhado, vendo nela o potencial de se tornar a melhor.

Seu trabalho duro e determinação valeram a pena, já que Chelsea ganhou quatro campeonatos nacionais nas Olimpíadas Especiais e no título do Campeonato Mundial da International Down Syndrome Foundation.

Ela também apareceu como convidada especial no campeonato de ginástica feminina da NCAA deste ano.

Hoje, Chelsea está querendo ser modelo. É um grande desafio, mas essa moça de 22 anos não desiste tão facilmente.

Seu trabalho duro e forte valeu muito a pena para ela

Chelsea apareceu na capa da Teen Vogue, entrou na New York Fashion Week e viajou pelo mundo para campanhas de grandes marcas.

Ver essa foto no Instagram

More from my Target Swim Campaign 🥰👙🥰

Uma publicação compartilhada por Chelsea Werner (@showtimewerner) em

“Eu sempre amei estar na frente da câmera – foi aí que eu recebi o apelido de ‘Showtime’. Sempre que há uma câmera ou uma audiência, estou no meu melhor. Eu também adoro a viagem. Meu primeiro trabalho de modelagem foi na H&M e eu o filmei em Havana, Cuba ”, afirmou ela com orgulho.

Muitas pessoas no mundo agora a admiram.

Falando de sua visão de ser um modelo, Chelsea disse: “Adoro! Muitas vezes ouço isso de pais de crianças pequenas. Se eu puder ajudar a dar esperança a alguém, isso me deixa muito feliz e orgulhosa! ”

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *