Nascido sem as mãos, Diogo faz sucesso na internet jogando FIFA com os pés.

PcD
0
Diogo Alves da Silva, 22 anos, estudante de ciências da computação. Mas não é assim que a maioria o conhece. Podem chama-lo de Pé. O apelido pegou desde criança por um motivo visível. Diogo faz tudo com os pés: escovar os dentes, comer e segurar o controle do videogame.
Pé nasceu com má formação congênita. Ele não tem as mãos e desde pequeno aprendeu a usar os pés como suas mãos nas clínicas de reabilitação pelas quais passou.
“Eu tive todo o acompanhamento da deficiência e eu fiz tratamento de fisioterapia e me mostraram, para mim e meus pais, que meus pés poderiam ser minhas mãos. Aprendi a comer, abotoar, escovar os dentes”, contou em entrevista ao UOL Esporte.
De uma família que ama videogame, foi natural o surgimento do amor pelos jogos. Pé só não sabia que tinha talento para um jogo especial, o Fifa. Foi isso que transformou Diogo em “streamer”, atividade que consiste em transmitir seus próprios jogos de Fifa ao vivo. O canal Jogo com Pé, na plataforma Twitch, atrai amantes do videogame e pessoas inspiradas pelo estudante.
“Comecei com um canal no Youtube, mas é preciso roteirizar os vídeos e não conseguiria fazer sozinho por falta de tempo. Pensei sobre o streaming, que a pessoa faz ao vivo, já acompanhava alguns canais e aí que como jogo videogame, poderia treinar mais e fazer transmissão ao vivo. Ainda mais o Fifa que eu jogo de igual para igual com uma pessoa que tem mão. Não tenho renda fixa, mas o trabalho já me dá uma renda”, disse.
Diogo conseguiu comprar os equipamentos que usa para as transmissões ao vivo, as ‘lives’, com o dinheiro das mesmas. Na plataforma, as pessoas podem doar diferentes valores e é daí que vem a renda do Pé.
No canal, Diogo brinca com o fato de não ter as mãos e serve de inspiração. “Eu faço piada sobre ‘dar uma mãozinha’, por exemplo, tem bom humor. As pessoas perguntam sobre mim, é gratificante. Tem gente que vem antes da hora da ‘live’ perguntar. Gosto que as pessoas vejam que eu levo a vida de maneira tranquila”, explicou.

AS ADAPTAÇÕES PARA JOGAR COM OS PÉS

Diogo joga no Xbox One e dá seu jeitinho para conseguir dominar todos os botões. “Os botões da frente do controle eu preciso fazer gambiarras. Na ‘live’ dá para ver o teclado na frente do controle. Eu deixo o teclado ali, porque para conseguir apertar os botões da frente eu empurro no teclado e aí dá certo”, relatou.

FINAIS DE SEMANA CHEIOS

Diogo Pé joga a famosa Weekend League do Fifa, onde os jogadores precisam disputar 30 partidas no fim de semana, tudo online. Para ele, essa é uma das partes mais estressantes. O melhor resultado foram 21 vitórias.
“Se tem uma coisa que eu não tenho bem é controle emocional, ainda mais com o jogo. O jogo tem dinâmica de, às vezes, você tentar chutar várias vezes e a bola não entra, aí depois bate a bola na trave e é gol do seu adversário. Dou uns chutes na mesa de raiva, precisa canalizar a raiva. Às vezes perco a paciência de terminar os 30 jogos”, brinca Pé.

O AMOR PELO FUTEBOL

Não é só de Fifa que vive Diogo. Nos tempos de escola, jogava pelada com os amigos mesmo com a dificuldade para correr. Hoje é mais sedentário, admite, mas assiste ao time do coração, o Botafogo, de perto. “Jogava bola na época da escola, mas em uma posição que não precisasse correr tanto, eu basicamente chutava a bola. Mas sobre estádio, eu sempre vou aos jogos”, contou.

QUE TAL SEGUIR E CONHECER MAIS DO TRABALHO DO DIOGO?

Siga ele na Twitch TV: https://www.twitch.tv/jogocompeoficial/
Veja uma entrevista de Diogo para o Gigante Léo:

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *