Professora com síndrome de down quebra barreiras na Argentina

PcD
0

Uma professora que desafia todos os preconceitos e ensina que não há limitações quando você deseja realizar um sonho.

seguro de vida para casais homoafetivos

Noelia Garella foi a primeira pessoa com síndrome de Down a trabalhar como professora na Argentina.

Desde a infância ela sonhava em se tornar uma professora infantil porque adorava estar cercada por crianças.

Atualmente, aos 33 anos, Noelia trabalha com mais de 150 crianças em um jardim infantil na cidade de Córdoba.

No centro educacional “Capullitos” ela teve a oportunidade de seguir a carreira dos sonhos, que já dura 7 anos.

“Com as crianças eu sempre me sinto bem. Os pais delas me adoram e os outros professores e diretores que eu tenho são divinos “, diz Noelia, que é mais do que feliz fazendo o que ama.

Ela colocou de lado os estereótipos e preconceitos da sociedade para mostrar ao mundo as incríveis capacidades que as pessoas com síndrome de Down têm.

Preconceito

Noelia teve que superar preconceitos e discriminação para realizar seu sonho.

Mas ela é uma prova de que as pessoas com esse distúrbio podem aprender, estudar, ter um emprego e ser tão responsáveis quanto qualquer um.

A história da professora com Down tem corrido o mundo. Atualmente, ela é vista como um exemplo de superação e inspiração, especialmente para aqueles que limitam suas vidas pela mesquinhez.

 

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *