Dica para o feriado: 12 filmes protagonizados por mulheres negras

1

A indústria cinematográfica está operando para melhorar sua diversidade, pois por muito tempo os filmes eram dominados por protagonistas masculinos, brancos e héteros. Para mostrar que REPRESENTATIVIDADE IMPORTA, o CinePOP montou uma lista com doze filmes protagonizados por mulheres negras e que precisam ser vistos. Confira a lista abaixo:

seguro de vida para casais homoafetivos

A Cor Púrpura (1985)

Dirigido por Steven Spielberg e com dez indicações ao Oscar, ‘A Cor Púrpura’ mostra a evolução de uma mulher que sofreu abusos durante a infância pelo pai e tem que lidar com o autoritarismo do marido durante a vida adulta. Emocionante e sensível, o filme protagonizado por Whoopi Goldberg é um clássico para comunidade negra e para o cinema.

Falando de Amor (1995)

Estrelado por Whitney Houston (O Guarda-Costas), Angela Bassett (Pantera Negra), Lela Rochon (As Duas Faces da Lei) e Loretta Devine (Grey’s Anatomy), ‘Falando de Amor‘ é um divertido filme que apresenta a história de quatro mulheres bem-sucedidas, que se juntam e compartilham seus conflitos amorosos.

Estrelas Além do Tempo (2016)

Um trio de mulheres afro-americanas, que trabalharam na NASA e ajudaram a lançar com sucesso sua primeira viagem ao espaço nos anos 60. ‘Estrelas Além do Tempo’ mostra Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe) lutando contra os preconceitos de gênero e raciais.

Até As Últimas Consequências (1996)

Queen Latifah é uma das quatro protagonistas de ‘Até As Últimas Consequências’. O filme de ação apresenta o quarteto de amigas vivendo na parte pobre e racista de Los Angeles, que para escapar das dificuldades de suas vidas decidem roubar vários bancos. Dirigido por F. Gary Gray(Velozes e Furiosos 8), o longa dá protagonismo para mulheres negras, ao abordar temas que afetam a comunidade negra.

Garotas (2014)

Dirigido e roteirizado por Céline Sciamma (Tomboy), ‘Garotas’ é um filme sobre autoconhecimento, que mostra a história de uma jovem que está cansada de seu convívio familiar e da sua vida de poucas perspectivas. Ao conhecer outras três garotas, ela muda o estilo de vida entrando em uma gangue. Mas, logo ela descobre que essa nova vida não lhe dá a liberdade e felicidade que estava à procura.

Cinderella (1997)

Já nasceu aclamado! Live-Action de Cinderella, que contou com um superelenco. Brandy Norwood estava em ascensão quando foi escalada para viver uma das princesas mais queridas da Disney. Para completar o time de estrelas do telefilme, Whitney Houston interpretou a Fada Madrinha e Whoopi Goldberg deu vida à mãe do Príncipe.

Cleópatra Jones (1973)

Cleopatra Jones (Tamara Dobson), uma supermodelo que viaja para vários lugares ao redor do mundo, com o segredo de ser uma agente especial dos Estados Unidos. A bela e elegante mulher tem a missão de combater o tráfico drogas.

Jackie Brown (1997)

Primeiro filme de Quentin Tarantino protagonizado por uma mulher. ‘Jackie Brown’ conta a história de uma aeromoça que trafica dinheiro sujo para os Estados Unidos. Até que ela é pega por dois policiais e lhe é oferecido um acordo para entregar o grande traficante de armas. Jackie (Pam Grier), então decide se dar bem com toda essa história, ficando com a sua liberdade e com uma mala cheia de dinheiro.

Roxanne Roxanne (2017)

Baseado na vida de Roxanne Shante, o filme original Netflix é ambientado na década de 80 e mostra a rapper com apenas 14 anos. Uma adolescente forte, correndo para sustentar sua família, driblando os perigos das ruas e prestes a ser uma lenda do Hip-Hop.

Preciosa – Uma História de Esperança (2009)

Com seis indicações ao Oscar, ‘Preciosa – Uma História de Esperança’ conta a história de uma adolescente de 16 anos, que é abusada pelos pais e está grávida de seu segundo filho.  Sem grandes perspectivas, as coisas mudam quando uma assistente social lhe consegue vaga em uma escola alternativa. Dando à jovem uma oportunidade de trilhar novos caminhos.

O Ódio que Você Semeia (2018)

Starr Carter (Amandla Stenberg), uma adolescente de 16 anos que vive em dois mundos diferentes, morando em bairro periférico, ela estuda em um dos melhores colégios da cidade. No entanto, quando Starr presencia a morte de seu melhor amigo, ela é obrigada a se posicionar e passar por uma jornada de autoconhecimento.

Pariah (2011)

Pariah’ é comandado pela cineasta Dee Rees (Mudbound – Lágrimas Sobre o Mississipi). O filme apresenta a trama de Alike (Adepero Oduye), aos 17 anos a jovem está expressando sua sexualidade, mesmo que isso possa causar conflitos familiares. O sensível longa-metragem é uma história de liberdade e aceitação.

Belle (2013)

Baseado em uma história real, o filme dirigido por Amma Asante (Um Reino Unido) mostra a história de Dido Elizabeth Belle (Gugu Mbatha-Raw) – uma mulher que nasceu na Inglaterra no século XVIII, e era filha de uma escrava negra e um almirante da Marinha Real.

Via: https://cinepop.com.br

1 comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *