A Jogadora Ada, do Olympique Lyonnais, foi a primeira mulher a ganhar o Ballon D’Or, mas o apresentador demonstra como o machismo impera no futebol mundial.

0

Nesta segunda (3) a jogadora Ada S Hegerberg, norueguesa que joga num time francês, foi a primeira mulher a ganhar o Ballon D’Or, um prêmio entregue anualmente desde 1956 pela revista France Football.

seguro de vida para casais homoafetivos

Ada S Hegerberg

@AdaStolsmo

WHAT A NIGHT ⭐️ Photo: Ivar Waage Johansen

Ada, que joga no Olympique Lyonnais, ajudou o time a ganhar o campeonato francês E a Champions League este ano, e fez gol na final.

Embedded video

#ballondor

@francefootball

🇳🇴 Olympique Lyonnais player Ada Hegerberg wins the first women’s Ballon d’Or of the history!

Embedded video

nul.@InsafOo

Martin Solveig : enfin un ballon d’or féminin, il était temps
2 minutes later mdr :

O apresentador se chama Martin Solveig, é um DJ e personalidade da TV francesa.

Esta foi a reação dela.

A jogadora fez que ia embora do palco, mas acabou ficando e dançando outra música, sem rebolar, com outro dos apresentadores.

BuzzFeed Brasil / Via Twitter: @InsafOo

A jogadora fez que ia embora do palco, mas acabou ficando e dançando outra música, sem rebolar, com outro dos apresentadores.

A cena repercutiu na imprensa internacional e na internet, inclusive no Brasil.

Make Us Dream Brasil@MakeUsDreamBR

A primeira mulher a receber um Ballon d’or da France Football sobe no palco pra receber uma honraria após uma temporada toda trabalhando pra isso e, durante a entrega do prêmio, o apresentador pergunta se ela pode dar uma rebolada.

Machismo é uma merda.

nul.@InsafOo

Martin Solveig : enfin un ballon d’or féminin, il était temps
2 minutes later mdr :#BallonDor

Embedded video

5,143 people are talking about this

Por conta disso, o apresentador foi pro Twitter se desculpar e zerou o bingo das desculpas meio furadas. Ele disse 1) era só uma piada 2) ele explicou pra ela e ela entendeu 3) de qualquer forma ele se desculpa com quem “possa ter se sentido ofendido”.

Martin Solveig

@martinsolveig

I explained to @AdaStolsmo the buzz and she told me she understood it was a joke. Nevertheless my apologies to anyone who may have been offended. Most importantly congratulations to Ada

Ele também gravou este vídeo no qual diz que provavelmente foi um mal-entendido devido a falta de domínio do idioma inglês, e reitera que no final ficou tudo bem pois ele e a Ada dançaram. Fica a dúvida, ele teria convidado o Messi para dançar também?

Embedded video

“Desculpas sinceras para quem eu possa ter ofendido. Meu ponto era: não convide mulheres para rebolar e sim para dançar uma música do Sinatra. Pessoas que me seguem há vinte anos sabem o quanto respeito as mulheres”.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *